segunda-feira, 31 de maio de 2010

Amar é cuidar...

Semeando sobre Rodas preservando locais de beleza inigualável.

Pessoas sem nenhuma consciencia ecológica e sem respeito aos seres que habitam nossas matas,
poluem, degradam, e agem como se isso fosse natural. Na segunda missão de limpar a Cachoeira
na Rodovia do Livro, quase na divisa de Monteiro Lobato, havia tanto lixo e depachos que foi
necessário duas incursões para retirar toda a sujeira deixada as margens do riacho e entre as
árvores, que pareciam agradecer por ficarem livres de tanta sujeira aos seus pés.






Para mostrar aos "sujismundos" que nós estamos cuidando do local, construimos um "marco
espiritual" onde os que o utilizam para rituais não coloquem em risco toda a mata acendendo
velas entre as folhas secas. Construido com pedras do proprio riacho, vai facilitar a limpeza e preservar a mata com seus habitantes.



sexta-feira, 28 de maio de 2010

Semeando Sobre Rodas com página nova.

Bolinhas sementes e o estilingue usados na semeadura.


Queremos comunicar a todos os simpatizantes do Semeando Sobre Rodas que brevemente nossa página na internet estará funcionando. Conseguimos apoio de uma empresa amiga e de um amigo, que, preocupados com a situação caótica das nossas matas, aliaram-se a nossa luta. A Empresa é a Iconet Caçapava que nos cedeu graciosamente os endereços necessários para se manter uma página no ar. Na pessoa de seu proprietário, o amigo Daniel, em breve poderemos mostrar para o Brasil e o mundo todas nossas atividades. Conseguimos tambem sensibilizar nosso outro amigo Mário Borges, um webdesingner de renome internacional que se prontificou a elaborar essa página. Queremos, aqui de público, agradecer o apoio e dizer que, qualquer pessoa pode também participar. Seja com ajuda financeira, ajuda em missões programadas para restaurar locais degradados, na compra de produtos da Assossiação Amanari. Aproveitaremos esse espaço para anunciar nossas atividades, convocar adeptos e vender produtos como camisetas, bonés, sementes bolinhas, estilingues, para que todos participem dessa idéia que vai mudar a face de nossas matas. O endereço será: http://www.semeandosobrerodas.com.br/


Aguardem!

sexta-feira, 21 de maio de 2010

SOU O QUE SOU


ASSOCIAÇÃO AMANARI
ORGANIZAÇÃO NÃO GOVERNAMENTAL
PARA QUE O FUTURO SEJA REGADO PELAS ÁGUAS DAS CHUVAS
CULTURA – MEIO AMBIENTE – ECOLOGIA - CIDADANIA
Rua Benedito Gonçalves dos Santos, 106 – 12.281-390 - Vila São João – Tel. (12) 3652-6537 – Caçapava/SP
http://coisasdalma.vila.bol.com.br


SOU O QUE SOU PARA QUE TODOS SEJAM O QUE SÃO

Não me vejo mais caminhando nessa estrada por onde caminha a maioria. Minha alma foi marcada pela realidade dos fatos. Meus sonhos, continuam a povoar o meu sono e no dia a dia, são como peças de quebra-cabeças, unindo-se e formando o que minhas ações permitem. A crença da infância sofreu mutações generalizadas. O mundo rosa, tingiu-se de escarlate, transformando os oceanos de águas azuis em depósito de sangue inocente. A origem da vida, em um espaldar de conceitos monoteístas, ou quiçá, politeítas, saiu do casulo e alçou vôo além das montanhas da ignorância. No céu da liberdade, em plena concepção formal, minha alma estabeleceu uma linguagem própria, diferente, rasgando as mordaças que outrora a impediam de falar. Os passos são firmes e não tocam mais os terrenos lamacentos e pegajosos. Não há multidões caminhando ao meu lado. E não há solidão. Nem ranger de dentes. Nem ameaças de fogo de inferno. Estou onde sempre desejei estar. Em mim. Não há bênçãos nem condenações. Meu coração pulsa no pulsar da natureza casta e ao mesmo tempo estuprada. Sou filho do intemporal e dos mistérios que envolvem essa casta sublimada de seres legítimos e livres. Não canto nas soleiras das portas fechadas e nem dos cubículos erguidos por mãos humanas. Não me fecho em templos de tijolos e pedras, madeiras e mármores, ouro e prata, cujos castiçais e cálices são lavados pelas lágrimas dos súditos escravizados e vilipendiados. Estou na nuvem que passa, na tempestade que chega, na neblina que umidifica o ar, no brilho das estrelas, no pio da águia soberana e altiva, na simplicidade de um caracol. Aprendi no amor, que o amor, pelo amor, é o mesmo que a vida pela vida, na vida e com vida. Na placenta divina que me sustentou, antes do meu despertar, não haviam ordens estabelecidas e ingratas, mentirosas e falsas, assim resolvi nascer. Não me confesso diante de nenhum confessor, sou o que sou para que todos sejam o que são, diante das possibilidades que afirmam e apontam para um dizer único e responsável, questionável, o que sou, quem sou? Não há condenações, nem prisões diante do que resolvi abraçar. Se o continuísmo ainda oblitera na faixa das vibrações carnais, não há motivos para que eu não possa vibrar em órbita de tudo o que está estabelecido. É onde estou. É onde quero ficar.

CARLOS ROBERTO VENTURA
Presidente Interino

quinta-feira, 20 de maio de 2010

O SILENCIO DOS POLÍTICOS

ASSOCIAÇÃO AMANARI
ORGANIZAÇÃO NÃO GOVERNAMENTAL
PARA QUE O FUTURO SEJA REGADO PELAS ÁGUAS DAS CHUVAS
CULTURA – MEIO AMBIENTE – ECOLOGIA - CIDADANIA
Rua Benedito Gonçalves dos Santos, 106 – 12.281-390 - Vila São João – Tel. (12) 3652-6537 – Caçapava/SP
http://coisasdalma.vila.bol.com.br/

Semeando a vida !


O SILENCIO DOS POLÍTICOS DIANTE DA ESCALADA DA DESTRUIÇÃO


Cada célula, a volitar pelo espaço, representa uma presença viva. Quando praticam a união, formam seres, dão formas as coisas, estabelecem um padrão vibracional, pulsante, aquecido pelo princípio universal do amor incondicional. A vida não depende da raça humana. A raça humana é dependente da vida. No jogo do existir, os homens são os mais terríveis predadores. Assassinos em potencial. Cada indústria poluente representa um gesto exterminador de células. O ar que respiramos é um cenário de partículas nocivas a saúde. Rios e oceanos são canais de esgoto e lixo. Animais são extintos como tribos de índios. O desrespeito e a ambição aliaram-se em nome da destruição. O bom senso não estabelece parâmetros e é pisoteado pelo capitalismo selvagem. Minha insistência em tentar conscientizar empresários, vereadores, prefeitos, governadores, deputados,senadores e presidentes, arrasta-se por décadas, sem que mudanças sejam reveladoras e cheias de esperanças. O continuísmo, o comodismo, os conluios, os acordos indecorosos, dentro do espírito de sustentabilidade de um regime caótico e destuidor, promove a cegueira, a surdez, gerados pela conivência e conveniência. A palavra de ordem é o progresso a qualquer custo. Hidrelétricas. Usinas Nucleares. Condomínios. Mansões erguidas em santuários ecológicos. Indústrias poluentes. Em minha querida Caçapava não é diferente. Fábricas vomitam seus gases tóxicos no ar, sufocando moradores que não se cansam de reclamar e pedir providências dos órgãos públicos. Esgotos residenciais desfilam pelas avenidas e ruas. Fossas vazam em bairros importantes e populosos. Matas são substituídas por loteamentos e há proprietários de terras que recebem privilégios. Quantos defendem a vida? Quantos engordam seus cofres com a destruição de mananciais, matas, animais silvestres e nascentes d´água? Que silêncio covarde e insano é esse? Não estou preocupado em ser simpático as causas do mal...quero continuar a defender a vida, em todos os seus segmentos, ainda que o Poder Público seja indiferente aos meus apelos. O tempo mostrará...ainda que a tempo, não seja mais possível um tempo para a restauração da Sagrada Mãe Natureza.
Carlos Roberto Ventura
Presidente interino


quarta-feira, 19 de maio de 2010

Semeando sobre rodas

Projeto Semeando sobre rodas.wmv

Autohemoterapiabrasil - Auto-Hemoterapia - O Sangue que Cura - Eu faço!

Autohemoterapiabrasil - Auto-Hemoterapia - O Sangue que Cura - Eu faço!

Semeando sobre rodas

Semeando sobre rodas.

Preocupado apenas em sobreviver, nunca havia reparado de maneira atenta para o que está acontecendo com o meio ambiente. Certo dia aceitei um convite de meu irmão Carlos Ventura para rodar por lugares antes conhecidos por nós quando crianças. A visão era lastimável. Depredação, desertificação, erosão, desmatamento, poluição, lixo e muito mais coisas que encheriam essa página. Diante desse quadro lastimável, meu irmão mostrou em sua mão algumas bolinhas de argila contendo semente dentro delas. Foi ai que conheci o Projeto Semeando sobre Rodas. Em todas as suas viagens de bike ele lança essas bolinhas utilizando um estilingue, que antes, em nossa juventude, era usado para caçar pássaros. Parece de inicio um projeto sem importancia, mas, imaginando sua propagação, pode se transformar em um movimento mundial onde as pessoas fariam o trabalho antes realizado pelos animais. A grandeza e o resultado nós, com certeza não visualizaremos nessa vida, mas a propagação e o envolvimento de todos os que gostam de pedalar ou simplesmente estar em contato com a natureza, transformará o desmatamento e a desertificação em um lugar parecido com aquele que existia antes de nós, povo civilizado, invadirmos essa região dominada pela Mata Atlântica. Que cada um lançe uma só semente. Ela será mais uma árvore a nos fornecer ar puro e frescor. Envolver-se com esse projeto é apaixonante. Simples e ao alcance de todos, independentemente de idade, sexo, raça ou credo, bastando apenas o desejo de mudar e melhorar nosso planeta.
Que a Mãe Natureza possa nos perdoar por tanto mal que lhe causamos até os dias de hoje.
Una-se a essa causa e lance voce tambem sua semente. Todos nós sairemos ganhando com isso.
Mexa-se, reflorestando nossas matas.

video